Lady Gaga comentou sobre sua dieta para interpretar a personagem de Patrizia Reggiani, socialite italiana em que interpreta no filme Casa Gucci, afirmando ter comido mais massas e pães.

Gaga explicou, em entrevista ao The Hollywood Reporter, sobre sua dieta rica em carboidratos para ganhar peso e curvas: “Minha mãe e meu pai me encontraram como Patrizia algumas vezes. E eles ficavam rindo, porque minha família se divertia com meu amor pela arte”, disse. A descendente de italianos comentou, ainda, sobre o desejo de se aprofundar na herança cultural e entender a personagem.

“Minha família sempre colocou na mesa o máximo de comida que poderia colocar para celebrar a boa sorte que vem do trabalho árduo. Eu me esforcei muito para cavar minha ancestralidade e meio que dar ré no carro, fazer uma assimilação reversa. Como faço para sair dessa coisa ítalo-americana e me aprofundar no que significa ser uma mulher italiana?”. A atriz também relatou a dificuldade da preparação para aperfeiçoar o sotaque italiano da personagem, o qual trabalhou durante seis meses antes das gravações.

“Se eu posso cantar rock ‘n’ roll, jazz, country ou música pop, eu sabia que poderia falar com um sotaque específico do norte da Itália. É saber como usar sua voz, e saber o por que, onde, com quem e como se sentir enquanto está fazendo isso. Há uma desvantagem em se comprometer com um papel dessa forma, porque é um ajuste para todos ao seu redor. De repente, você não está mais falando com Stefani com sotaque. Você está falando com Patrizia Gucci”. Gaga também precisava acordar entre 3 da manhã para poder ficar caracterizada completamente como Patrizia.

A cantora revelou que vomitava após se levantar da cama, muitas vezes, devido à ansiedade, fadiga, trauma, amor e compromisso: “”Você acorda, vomita, vai para o set e vomita de novo”, disse, antes de confessar: “Eu me sinto tão insegura falando sobre isso. Fico assim porque as pessoas vão presumir que estou sendo sensacionalista sobre um certo tipo de atuação”, finalizou ela.

O longa é baseado na história do assassinato de Maurizio Gucci, herdeiro da grife Gucci, em 1995. Sua ex-esposa, Patrizia, chegou a ficar presa por 18 anos após ser condenada pelo crime, em 1998.

Fonte: UOL
Foto: Reprodução/Instagram