O clássico 757 entre Remo X Paysandu terminou empatado sem gols,. Porém, os torcedores não gostaram nada da atuação dos times, em um jogo frio, disputado neste sábado (5), no estádio Mangueirão, pela última rodada do Campeonato Brasileiro da Série C.

 

VEJA COMO FOI O JOGO

Já classificados, os times fizeram um clássico apático nos primeiros minutos, quando o Paysandu errava passes e o Remo não conseguia chegar com perigo.

O máximo dos azulinos foi um cruzamento de Dudu Mandai, onde Salatiel não conseguiu chegar a tempo para finalizar.

Para não dizer que o clássico foi congelado, o atacante Vitor Feijão deu um susto nos azulinos aos 31 minutos. Ele chutou forte da entrada da área e a bola beijou a trave na única finalização de perigo do Papão na primeira etapa.

No segundo tempo, os treinadores mudaram os times, mas a postura foi a mesma, sem emoções na reta final. O Paysandu errou passes e o Remo não alcançou objetividade no sistema de ataque.

O empate seria suficiente para os times não ficarem em grupos distintos, porém o Vila Nova venceu a Jacuipense-BA dentro de casa por 1 a 0 e, com isso, jogou os rivais para o grupo D do Campeonato Brasileiro da Série C, na 2ª fase.

Nessa etapa, o Papão estreia em casa e o Remo fora no próximo fim de semana, com os adversários do grupo B.

 

FICHA TÉCNICA

REMO: Vincius; Ricardo Luz, Gilberto Alemão, Rafael Jansen e Dudu Mandai; Djalma, Julio Rusch (Gelson) e Felipe Gedoz (Dioguinho); Hélio (Eron), Tcharles (Augusto) e Salatiel (Gustavo Ermel)

Técnico: Paulo Bonamigo

 

PAYSANDU: Paulo Ricardo; Tony (Alex Maranhão), Perema, Micael e Bruno Collaço; Anderson Uchoa (Yan), Willyam, Alan Calbergue e Vitor Diniz (Diego Matos); Nicolas (Jefinho – Juninho) e Victor Feijão

Técnico: João Brigatti

 

ÁRBITRO: Paulo Roberto Alves Junior (PR)

ASSISTENTES: João Fábio Machado (PR) e Jefferson Cleiton Piva (PR)

LOCAL: estádio Olímpico do Pará (Mangueirão)

 

 

 

Fonte: DOL
Fonte: Cristino Martins