O Paysandu esteve mais uma vez próximo de perder seu artilheiro nesta temporada. Quem confirma é o diretor executivo do clube, Felipe Albuquerque. Em entrevista ao vivo para a Rádio CBN Belém, o dirigente confirmou que o atacante Nicolas recebeu proposta do Sport.

– Nicolas foi muito sondado. Realmente recebeu uma proposta oficial do Sport na semana passada. Nós avaliamos e entendemos que não era interessante para o Paysandu, por isso não aconteceu o negócio. Apesar de ser um sonho para qualquer profissional trabalhar na Série A, ainda mais o Nicolas, que teve uma carreira em clubes muito menores e foi chegar no auge com 31 anos de idade. Todo mundo que acompanha futebol sabe, hoje, com 34, 35 anos, chega no limite físico que o esporte permite. Obviamente existe o desejo – afirmou o dirigente.

Felipe revela ainda que Nicolas recebeu uma proposta bastante tentadora do futebol europeu, afirmando que foi um momento difícil para manter o jogador na Curuzu.

– Uma coisa que ninguém sabe, estou falando pela primeira vez, a maior dificuldade foi quando surgiu uma proposta da Alemanha, porque estamos com uma moeda extremamente desvalorizada. Então o Nicolas recebeu uma proposta para receber sete vezes o que ele ganha no Paysandu. Conseguimos convencer ele com argumentos consistentes que era interessante para ele permanecer no Paysandu – alegou.

Executivo ao lado de Nicolas na renovação para a temporada 2020 — Foto: Jorge Luiz/Paysandu

Desde chegou ao Paysandu, em 2019, Nicolas já teve seu contrato renovado três vezes, exigindo uma engenharia financeira da diretoria. Contudo, o diretor executivo elogia o artilheiro bicolor por ter aceitado as propostas do Papão.

– Foram dois momentos muito difíceis de renovação de contrato. Ao final da última temporada, o Nicolas teve um excelente campeonato. Foi um cara muito correto, pela pessoa que é, em aceitar a extensão de contrato até a final da Copa Verde e, durante aqueles 40 dias até a final, fiquei diariamente com o Nicolas trabalhando a renovação dele. Anunciamos a renovação do Nicolas e do Vinícius [Leite] para a temporada 2020 e agora, durante esta temporada, trabalhei com o Nicolas para estender o contrato por mais dois e meio no Paysandu – concluiu Felipe Albuquerque.

O atual vínculo com o Papão é válido até o final de 2022. A multa para rescisão gira em torno de R$ 5 milhões.

*Bruno Amâncio, sob supervisão de Pedro Cruz.

Fonte: G1
Foto: Jorge Luiz/Paysandu