O Congresso dos Estados Unidos adotou nesta quarta-feira uma resolução que limita a capacidade de Donald Trump de ordenar um ataque contra o Irã, e que será vetada pelo presidente.

A resolução promovida pela oposição democrata foi aprovada definitivamente nesta quarta por 227 votos a 186 na Câmara de Representantes.

As Casa Branca já informou que Trump vetará a resolução.

Segundo o texto, o presidente não pode envolver militares americanos em “hostilidades contra a República Islâmica do Irã” ou contra “qualquer parte de seu governo e suas forças armadas” sem uma “autorização explícita” do Congresso.

A medida é uma resposta parlamentar à tensão entre Washington e Teerã, que atingiu seu auge quando os Estados Unidos mataram o general iraniano Qasem Soleimani em um ataque ordenado por Trump, no dia 3 de janeiro, no Aeroporto de Bagdá.

Em um primeiro momento, os democratas e alguns republicanos temeram um conflito militar aberto entre os dois países, mas a tensão se reduziu após o Irã reagir à morte de Soleimani com uma ataque de mísseis contra bases utilizadas por tropas americanas no Iraque, sem matar qualquer soldado dos EUA.

O congressista democrata Steny Hoyer declarou antes da votação: “são os representantes do povo americano que devem decidir se convém enviar nossos filhos à guerra”.

 

Fonte: UOL
Foto: Tom Brenner